Marcelo Picanço, da Porto Seguro, debate cenário e oportunidades

21.05.2020 - Fonte: Seguro Gaúcho

foto05fin-301-porto-c3

A Porto Seguro realizou mais uma live em seu novo canal no Instagram, @CorretorEPraSempre, na tarde de terça-feira (19). A atividade contou com a participação do Vice-Presidente de Seguros da Companhia, Marcelo Picanço, e a mediação de Rivaldo Leite, Diretor Comercial. Na pauta do encontro virtual, os desdobramentos da crise econômica no segmento com ênfase para as oportunidades existentes, além das novidades da Seguradora.

Graduado em Engenharia Eletrônica, Picanço está na Porto Seguro desde 2006. Já foi diretor da área de produtos financeiros e atualmente comanda as carteiras de veículos, ramos elementares, saúde, vida e previdência. Ao analisar o mercado frente à atual situação que assola toda a sociedade e atinge com intensidade a economia, Picanço comentou jamais ter vivenciado situação parecida. “Estamos diante de algo sem precedentes. Atuei no mercado financeiro e vivi muitas crises, algumas delas fortes, mas nada é parecido com essa paralisação geral das atividades”, disse.

O aparecimento do novo coronavírus e o impacto que ele vem causando está provocando transformações não apenas comportamentais, mas também na utilização de ferramentas ligadas a tecnologias digitais. “Os canais digitais estão virando realidade total em muitas coisas que iremos fazer. A parte de proteção à vida cresce em importância. Temos transformações significativas”.

De acordo com Picanço, essa nova realidade pode ser interligada ao segmento comercial de seguros. “Acredito muito no foco no cliente. É preciso questionar o consumidor para saber qual é a necessidade dele, o que eu posso resolver e como posso ajudá-lo”. O executivo disse que os produtos precisam se adaptar aos clientes e não o contrário. “E isso hoje é possível graças ao formato digital, pois para você refabricar um produto ou adaptá-lo ao perfil de cada cliente está muito mais simples. Acho que essa é a primeira grande transformação”, explicou. “Nossa visão aqui na Porto Seguro é que o digital tem que ajudar a melhorar o papel e a vida do corretor de seguros”.

Ao ser questionado se as modificações na economia por conta da pandemia alteraram o dia a dia do corretor de seguros, Picanço explicou que a crise atual trouxe novas possibilidades, já que o Brasil é um país que apresenta muitas oportunidades de penetração para a área de seguros. O executivo relembrou qual é o papel do corretor. “O profissional do segmento comercial tem que compreender o consumidor em sua necessidade mais profunda e isso significa saber o motivo pelo qual um cliente precisa de determinada proteção e como o corretor pode ajudar a convencê-lo a comprar”. Ainda segundo ele, essa conduta é diferente daquele trabalho operacional de tirar pedido. “É nesse ponto que faço referência a empatia. O corretor precisa sair do modo operacional, pois eu nunca vi uma máquina simular empatia”.

Na avaliação do vice-presidente da Porto Seguro, os corretores precisarão cada vez mais usar os canais digitais para agilizarem seu dia a dia e tornarem seus processos mais fluidos. “Os consumidores não toleram mais processos ruins e isso é uma lição que serve também para as companhias de seguro. Os clientes têm hoje um padrão que permite a eles nos comparar com Netflix, Apple, Amazon e não apenas só com as demais seguradoras”.

O executivo enalteceu o posicionamento da seguradora ao argumentar que a Porto Seguro quer cada vez mais democratizar o acesso do corretor a todos os produtos. “Entre as novidades destaco que estamos fazendo plataformas novas para a carteira de automóvel. Precisamos de soluções simples e acessíveis, pois temos a consciência que a busca pela eficiência será muito forte”, disse. Para ele a crise traz oportunidades, mas também apresenta desafios. “E um desses desafios será a pressão por produtos racionalizados e de menor preço”.

Quando explanou a respeitos dos produtos da seguradora, Picanço destacou o ótimo desempenho na venda de consórcios. Na carteira de automóvel observou que apesar de a companhia liderar o mercado nacional, ainda existe muito espaço para crescer. “A Porto Seguro é responsável por cerca de 30% dos seguros de veículos no país. Porém temos um vasto mercado a conquistar, pois de cada 10 carros existentes no Brasil, apenas três possuem seguro”, explicou.

Nos ramos elementares, além de falar do lançamento do RC, ele destacou o bom desempenho da carteira e enalteceu a evolução das vistorias feitas de modo remoto. “Com a atual crise flexibilizamos as vistorias para o empresarial e 80% delas são remotas e digitais. Para os seguros dessa modalidade queremos ainda trabalhar com maior ênfase digital e com uma precificação mais rápida e inteligente.”

Além de dialogar com o diretor comercial da companhia, Rivaldo Leite, Picanço também respondeu a perguntas de corretores que assistiam a live. Em sua mensagem final ele fez considerações significativas. “Depois de uma crise as pessoas ficam mais conscientes e nosso produto precisa de consciência. A sociedade necessita saber que o seguro existe para dar proteção a eventos que inesperados, mas que podem acontecer”.

Notícias Relacionadas