Sultec Vistorias busca manter a imagem de melhor empresa do ramo na Região Sul

13.06.2018 - Fonte: Seguro Gaúcho | Arthur Pacheco

materia sultec.jpg

Em 1989, tempo em que a comunicação direta era difícil, a Sultec Vistorias iniciava sua história. Neste ano, o diretor Fernando Menezes terminava o ensino técnico na escola de Parobé e seu trabalho de conclusão de curso foram as vistorias, na antiga Nacional Companhia de Seguros. O ano também foi marcado pelo início das terceirizações de vistorias, de automóvel, ramos elementares e sinistros, afirma Fernando. "Na época, elas eram feitas pelo corretor ou gerente comercial, não existia uma área específica", conta.

Após a formação, permaneceu fazendo vistorias por estar desempregado. A partir de 1991 o sonho passaria a ser concretizado, com a abertura oficial da Sultec Vistorias, "mas a empresa só começou a se encorpar mesmo em 1995", relatou. Lutando com as dificuldades e limitações tecnológicas, Fernando passou por especializações em economia para conseguir administrar a empresa. Nos anos 2000, fizeram seu primeiro planejamento estratégico. Logo após, abriram sua filial em Florianópolis.

O leque de atuação da empresa seria ampliado em 2005, quando decidiram atender toda a região Sul, abrigando o estado do Paraná com uma filial em Curitiba. O reconhecimento aumentou quando receberam o prêmio de Melhor Prestadora Nível Brasil, em 2008. Outras filiais foram inauguradas ao longo da história, como a de Caxias do Sul, em 2013.

"No ano de 2018, nosso foco está voltado para a tecnologia e desenvolvimento da empresa", conta Fernando. Segundo ele, há 3 investimentos principais visando o futuro. "Estamos investindo em pessoas, pois contratamos uma empresa para analisar o mercado, marketing, imagem da marca e linguagem com o público", relatou. O diretor falou sobre as atualizações no ramo da tecnologia: "estamos ampliando nossa segurança da informação, estamos passando nossos arquivos que antes ficavam só aqui, para as nuvens". Há planos para novos negócios também, como desenvolver um e-commerce para consultas de vistorias, além de melhorar o aplicativo disponível, diz Fernando.

A Sultec Vistorias hoje é vista como a melhor empresa de vistoria prévia veicular da Região Sul. A empresa atualmente gera empregos diretos a 85 funcionários e mais de 200 parceiros terceirizados. São 25 companhias clientes, entre elas, além de seguradoras, também constam financeiras e administradoras de consórcios.

Fernando destaca as diferenças nas operações de vistorias antigas e atuais: "hoje o que era resolvido em 7 dias pela burocracia, pode ser resolvido em 1 hora". Os clientes buscam excelência no atendimento e agilidade, Segundo ele, 85% das solicitações agora são encaminhadas através do sistema das seguradoras, facilitando o processo. A maior parte dos serviços é realizado em menos de 3 dias após a solicitação, de acordo com Fernando, mostrando a eficiência da Sultec.

O mercado está em constante transformação, Fernando, de forma realista, fala sobre os pontos negativos que foram superados no ramo das vistorias. Em 2011, foram 217 mil atendimentos durante o ano, já em 2016, foram 438 mil. No ano passado, houve uma queda e a expectativa para 2018 é fechar em 350 mil atendimentos. O empresário destaca que antigamente haviam muitas vistorias desnecessárias, onde realizava-se diversas vistorias dos mesmos veículos dentro da vigência da apólice, Segundo ele, "haviam muitas vistorias desnecessárias e não existia um controle do processo e gastava-se muito com vistorias".

Por esses motivos, Fernando aponta que o movimento deve diminuir, mas a Sultec está pronta para superar as dificuldades, através da diversificação de produtos. Adaptando-se ao mercado, a empresa busca melhorar a cada dia o atendimento para manter-se reconhecida por todos os que utilizam os seus serviços como a melhor empresa de vistoria prévia veicular da Região Sul.

A vistoria prévia é extremamente necessária ao processo, muitas vezes perante ao segurado, o vistoriador é a única pessoa no qual ele tem contato pessoalmente, bem como, exime divergências entre a proposta e a vistoria, para a emissão da apólice e principalmente auxilia na identificação de veículos clonados e minimiza drasticamente a tentativa de fraudes contra o mercado.

Notícias Relacionadas