Maurício Salomoni Gravina

13.10.2016 - Fonte: Seguro Gaúcho | Maria Karolina

Natural de Caxias do Sul, Maurício Salomoni Gravina é sócio da Gravina Advogados e um profissional com extenso currículo. Formado pela UCS, Gravina é Diretor Jurídico da Câmara de Indústria, Comercio e Serviços de Caxias do Sul , também é professor de Direito Constitucional, Arbitragem e Direito dos Seguros dos cursos de Graduação e Pós-graduação da Universidade de Caxias do Sul. Iniciou no mercado pelo exemplo do avô e hoje é doutorado em Direito dos Seguros, na Espanha. Autor da obra “Princípios Jurídicos do Contrato de Seguro”, está sempre pesquisando o mercado segurador do país e do exterior. Nesta quarta-feira , Maurício é o convidado do Seguro Gaúcho para o Papo 10, quadro criado com o objetivo dar voz aos personagens do setor, em um bate-bola leve e descontraído. Confira abaixo um pouco sobre a história, os gostos e os hábitos deste grande profissional. Seguro Gaúcho: Como foi a tua infância e a tua juventude?Maurício: Nasci e cresci em Caxias do Sul, onde vivem meus pais e tive a oportunidade de frequentar boas escolas, praticar esportes e cultivar amizades. Seguro Gaúcho: E o teu início no mercado de trabalho?Maurício: Iniciei como securitário, em 1987, trabalhando em uma corretora de seguros da família, e logo em seguida como funcionário da Cia Paulista de Seguros. Logo fui para a advocacia empresarial, quando fundei a Gravina Advogados, há mais de 20 anos. Durante este período, desde 1995 sigo como professor universitários nos cursos de Graduação e Pós-graduação em Direito, também atuando como Diretor Jurídico da Câmara de Indústria, Comercio e Serviços de Caxias do Sul, há mais de 20 anos. Seguro Gaúcho: Por que escolheste essa carreira?Maurício: Iniciei trabalhando com meu avô, FLÁVIO SALOMONI, que havia construído uma corretora e um forte conceito em nossa região. Depois fui para a advocacia empresarial e o Direito dos Seguros. Sou Doutorado neste tema, na Espanha, e sigo pesquisando publicando obras no País e no exterior. Tenho colhido frutos de uma obra recente, mas com bastante repercussão. Chama-se "Princípios Jurídicos do Contrato de Seguro", com edição Rio de Janeiro (FUNENSEG), Madrid, México e Buenos Aires (Hispania Libros e Ciudad Argentina). Seguro Gaúcho: O quê pretendes estar fazendo daqui a 10 anos?Maurício: Pretendo consolidar este projeto de advocacia empresarial e no Direito dos Seguros Seguro Gaúcho: Qual é a tua maior qualidade e o quê tu acreditas que ainda precisa melhorar?Maurício: Procuro ser sincero e ter boas relações com as pessoas, a natureza e as circunstâncias que me cercam. Seguro Gaúcho: O quê desperta o teu lado consumista? Por que?Maurício: Não creio que tenha este lado, mas gosto de automóveis. Seguro Gaúcho: Quais são o teu livro e o teu filme preferidos?Maurício: Os filmes mais recentes do Woody Allen me encantaram. Gosto de livros de filosofia. Mas tenho predileção por uma edição do Dom Quixote, no espanhol do autor, de 1500. Seguro Gaúcho: Como e pra onde seria a viagem dos sonhos?Maurício: Acho que seria uma viagem à trabalho. Risos.. Sem graça ou romantismo não é? Não me ocorre nada, acho que nem tenho tempo. Seguro Gaúcho: Quem é a pessoa que tu mais admiras no mercado gaúcho de seguros?Maurício: Meu avô, Flávio Salomoni, um dos pioneiros em nosso Estado. Seguro Gaúcho: Podes contar alguma história curiosa que tenhas passado no mercado de Seguros?Maurício: Foi curioso e me impactou conhecer o Direito dos seguros na Europa. Isso me encheu de pensamentos. Essa capacidade de abstração, de ingressar em um universo interior de pensamento de visitar a obra dos grandes mestres como Garrigues, Donatti, Manes, Bigot, Halperin, entre outros, e frequentar as antigas universidades da Europa foi uma das maiores experiências. Ainda sigo curioso nesse universo do pensamento jurídico do contrato de seguro.

Ver mais entrevistas